Recents in Beach

header ads

Sepror inicia procedimentos para aderir ao Programa ‘Garantia Safra’


O pleito formal do Amazonas foi assinado pelo governador Wilson Lima e entregue à ministra da Agricultura, Tereza Cristina, em fevereiro. A medida visa beneficiar os ribeirinhos do Amazonas.
Foto: divulgação
O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), recebeu, nesta semana, o técnico do Ministério da Agricultura, Roberto Henrique do Prado, para iniciar os procedimentos de adesão ao programa federal “Garantia Safra”, que trará benefícios aos ribeirinhos do Amazonas.
No auditório da Superintendência Federal de Agricultura (SFA), foram definidos os passos a serem seguidos para a adesão do Amazonas a esse programa do Governo Federal, que já existe há 17 anos, mas somente agora o estado do Amazonas demonstrou interesse em aderir.
O pleito formal do Amazonas foi assinado pelo governador Wilson Lima e entregue nas mãos da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, pelo secretário de Produção Rural, Petrucio Magalhães Júnior, que foi à Brasília acompanhado do presidente da Federação de Aquicultura e Pecuária (Faea), Muni Lourenço, e do superintendente da SFA/AM, Guilherme de Melo Pessoa, no final de fevereiro.
“É muito bom ver a presença de técnico do Ministério da Agricultura no Amazonas, o que demonstra total interesse da ministra Tereza Cristina em atender à reivindicação do governador Wilson Lima, que vai beneficiar os nossos ribeirinhos nos momentos de adversidades causadas pela enchente dos nossos rios. Estou falando da adesão do Amazonas ao programa “Garantia Safra”. Sabemos que ainda temos muitos passos para essa conquista, mas nossa equipe do Sistema Sepror, já está tomando as devidas providências”, afirmou Petrucio.
Para o assessor técnico da Sepror, Thomaz Silva, que participou da reunião, esta é a primeira vez que um estado do Norte pleiteia a participação desde a criação desse programa em 2002. Ele reconheceu o interesse do Governo Federal e do Estado em superar os obstáculos. “Isso trará grandes benefícios aos nossos ribeirinhos atingidos por enchentes. Finalmente iniciamos este caminho, que é longo, mas que, provavelmente, estará à disposição dos nossos ribeirinhos a partir de janeiro de 2021”, comemorou Thomaz.
Integração – De acordo com o superintendente do MAPA, Guilherme Pessoa, o momento é de muito trabalho entre os órgãos públicos. “Agora, Governo Federal, Estadual e Municipal poderão trabalhar em parceria para verificar todos os trâmites legais, para que, em breve, este benefício possa ser liberado aos ribeirinhos do Amazonas”, declarou Pessoa.
Segurança alimentar – O valor do Benefício Garantia-Safra e a quantidade de agricultores a serem beneficiados pelo programa são definidos anualmente durante a reunião do Comitê Gestor do “Garantia-Safra”. Atualmente, o valor do benefício é igual a R$ 850, pago em cinco parcelas de R$ 170, por meio de cartões eletrônicos disponibilizados pela Caixa Econômica Federal e de acordo com o calendário de benefícios sociais.
A medida é uma forma de contribuir para segurança alimentar da família do agricultor, o que dá liberdade para que ele escolha como aplicar o dinheiro. Esse programa já atende 920 mil famílias no Nordeste, parte de Minas Gerais e Espírito Santo.
Com informações da Assessoria de Comunicação.