Recents in Beach

header ads

Bope faz treinamento simulado em barca no Rio de Janeiro

Policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope) participaram hoje (22) da simulação de sequestro a uma barca na Estação Praça XV, no centro do Rio de Janeiro. O treinamento tem foco na segurança da Copa América, que será sediada no Brasil em junho e julho.
Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil
Cerca de 25 policiais participaram da atividade. A barca ficou todo o tempo atracada na estação que faz o transporte para Charitas, bairro de Niterói. A ação não produziu impacto sobre o transporte público porque o percurso Rio-Charitas não opera das 12h Às 16h.
A simulação incluía um grupo de policiais que representaram uma quadrilha que roubou a bilheteria da estação. Ao se deparar com a polícia, os falsos criminosos fugiram para uma das embarcações, onde fizeram reféns. Os policiais do Bope são acionados e, depois de embarcar, realizaram uma varredura nos dois andares da barca e a tomada da cabine de controle. O comandante do batalhão, Maurílio Nunes, contou que o treinamento é parte de uma série que inclui outros modais de transporte, como o trem, o metrô e o BRT.
A Unidade de Intervenção Tática do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) faz treinamento simulado de regaste de refém no interior de uma embarcação da CCR Barcas, no Rio de Janeiro. - Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil
"A gente vem em um crescimento de qualidade, e, hoje, refazer os exercícios com a experiência que a gente já tinha dos grandes eventos, como Olimpíada e Copa do Mundo, só vem a enaltecer e crescer nosso conhecimento para poder atuar em uma operação como essa", disse, destacando que o foco do treinamento é conhecer o ambiente, obter informações e atuar na preservação da vida. Além disso, a ação permite treinar a tripulação das barcas. "Viemos até as barcas para fazer uma integração com os funcionários. A própria operação da barca, quando está bem estruturada, fica melhor para o meu time quando chega". 
Gestor de operações náuticas da concessionária CCR Barcas, Diego Félix afirmou que a orientação dos profissionais do Bope é importante para a melhoria do serviço prestado aos passageiros. Outros treinamentos já foram feitos com o Corpo de Bombeiros, o Batalhão de Operações com Cães e a Capitania dos Portos. Ao todo, 12 profissionais das barcas acompanharam a ação de hoje.
O treinamento chamou a atenção dos passageiros que circulavam no percurso Rio-Niterói, que partia da estação ao lado. Das janelas, muitos observavam a circulação de policiais fardados e armados. Para evitar qualquer temor, a concessionária fez avisos sonoros nas estações alertando sobre a simulação.