Recents in Beach

header ads

Em 100 dias, Sepror avança em ações que desenvolvem o setor primário do Amazonas

Com 100 dias de administração, Secretaria Estadual de Produção Rural (Sepror), realiza ações que fortalecem o setor primário e ajudam no desenvolvimento do interior do Amazonas.  Dados foram informados durante reunião na tarde desta quinta-feira (11), na sede da secretaria, Zona Sul de Manaus.


Dentre as ações de destaque, a distribuição de implementos agrícolas e equipamentos para as unidades do Idam; a inauguração do complexo rural, em Maués; o apoio para fortalecimento das cadeias produtivas, como fruticultura, avicultura, piscicultura, aquicultura, cafeicultura e bubalinocultura; realização dos concursos do Idam e da Adaf, lançamento do Programa Pró-piscicultura, e a manutenção dos Programas Promecanização e Procalcário.

“O Governador Wilson Lima determinou o aumento de recursos para o promecanização e procalcário e criar um novo programa que é o pró-sementes e mudas, e assim foi feito, teremos o dobro de recursos para esse ano”, informou Petrucio.
A distribuição de implementos agrícolas que aconteceu no dia (11/02), com a presença do Governador Wilson Lima, entregou 18,6 toneladas de sementes, movimentando R$ 410.520,00 na compra. Ainda durante o evento foram entregues aos escritórios do Idam, 36 botes, 16 caminhões baú e oito pick-ups, que serão empregados nos trabalhos desenvolvidos pelo Instituto, na assistência técnica e extensão rural a produtores de diversas cadeias produtivas do Estado.
“Setor primário é o setor que pode gerar trabalho, renda e desenvolvimento para o interior do estado. O Governador Wilson Lima quer reduzir as diferenças entre capital e interior e estamos no caminho certo”, enfatizou Magalhães.

Complexo de Produção Rural- Maués (a 267 quilômetros de Manaus), também recebeu ações para desenvolvimento do setor primário. O governador do Amazonas, Wilson Lima, inaugurou dia (12/03), o complexo de produção rural implantado em parceria com a Prefeitura e com recursos de convênio firmado, por meio da Sepror. O convênio visa incentivar o desenvolvimento da avicultura caipira, fruticultura, culturas industriais e a correção do solo para produção rural. Na primeira parcela do convênio, foram repassados R$ 5.125.427,39. Para a segunda etapa do convênio, no valor de R$ 5.084.695,14.
O secretário da Sepror, Petrucio Magalhães Júnior, se mostrou satisfeito com as ações realizadas nesses primeiros 100 dias do governo, e está disposto a manter o mesmo ritmo em busca de elevar o setor primário do estado. “A gente sabe que a cobrança vai vir. O interior tá esperando muito desse novo governo e só vamos conseguir se estivermos integrados. O objetivo do Governo do Amazonas é servir o Estado e servir o produtor”, disse Petrucio.
Piscicultura- Ações de apoio apoio ao Manejo do pirarucu, Pesca do Mapará, e o lançamento do Programa Pró-piscicultura movimentaram o segmento, trazendo impulso para a cadeia produtiva do pescado.
A abertura da terceira edição da Pesca do Mapará, no Lago do Rei, localizado no município de Careiro da Várzea (a 22 quilômetros de Manaus), contou com a participação de 800 pescadores cadastrados das proximidades do município. O Pró-piscicultura lançado em Rio Preto da Eva (a 78 quilômetros de Manaus) prevê a revitalização de 440 hectares de tanques escavados, distribuição de redes para despesca, kits para verificação da qualidade da água, além da capacitação de aproximadamente 200 piscicultores.
Expoagro- A Feira e Exposição Agropecuária do Amazonas (Expoagro), mais importante evento agropecuária do Estado acontecerá em outubro, depois de cinco anos sem atividades. A decisão tomada pelo governador Wilson Lima e sob responsabilidade da Sepror vai beneficiar milhares de produtores rurais.
“Nós estamos estudando o melhor local para a Feira, mas a decisão já está tomada: a Expoagro vai acontecer”, afirmou o secretário da pasta.
Com informações da Assessoria de Comunicação da Sepror.
Fotos: Djalma Júnior e Emerson Martins / SEPROR