Recents in Beach

header ads

Shows no Teatro Amazonas, espetáculos infantis e humorísticos fazem parte da agenda cultural da SEC para o fim de semana

Confira a programação da SEC para o fim de semana

Shows no Teatro Amazonas, espetáculos infantis e humorísticos fazem parte da agenda

Espetáculos teatrais, de dança, música e infantis fazem parte da programação de férias promovida pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC). Confira a programação deste fim de semana. 


Sexta-feira (25/1)
Centro Estadual de Convivência do Idoso (rua Wilkens de Mato, s/nº), no bairro Nossa Senhora Aparecida, oferece a tradicional “Tarde Dançante”, com o Bolerão do Ceci, nesta sexta-feira, a partir das 14h. O evento, que tem entrada gratuita, é aberto ao público em geral.
Também na sexta-feira, o cantor Salomão Rossy apresenta o show “Encantaria”, às 20hno Teatro Amazonas, com entrada gratuita. Com um repertório que consagrou o artista em festivais de música, o evento comemora os 25 anos de carreira de Rossy e também celebra o retorno do grupo Cordão de Marambaia, após um hiato de dois anos.
exposição “Pequenas Escalas” fica disponível para visitação do público a partir desta sexta-feira. A mostra, premiada pela Fundação Nacional de Artes (Funarte), fica em exibição no Centro de Artes Visuais Galeria do Largo (rua Costa Azevedo, 290, centro) até 28 de abril. Reúne obras de dez artistas nacionais contemporâneos, tridimensionais e de instalação, que têm em sua dimensão reduzida a característica mais marcante.
A proposta da mostra, que tem a curadoria de Ivair Reinaldim, é explorar o senso lúdico, estimular a imaginação e a percepção diante de obras em miniatura. A Galeria do Largo fica aberta de terça a sábado, das 15h às 21h.
Ainda como parte da programação da exposição, o curador Ivair Reinaldim vai participar de uma roda de conversas na Casa das Artes (rua José Clemente, 564, Centro), às 19h. Voltado a artistas, estudantes, professores e interessados nas artes que queiram debater sobre “Pequenas Escalas”, o evento tem acesso gratuito.


Sábado (26/1)

No Centro Cultural Palácio da Justiça (avenida Eduardo Ribeiro, 901)  será realizada, a partir das 14h, a oficina Jamais Fomos Modernos”, da Rede Panorando.
Direcionada a bailarinos, atores, performers e interessados na área, o curso tem como objetivo apresentar o processo de criação do espetáculo de Danças Urbanas "Jamais Fomos Modernos". Em uma única aula serão compartilhados conhecimentos de improvisação teatral, dança contemporânea e danças urbanas, que foram bases da criação do espetáculo. A oficina tem certificado de participação de três horas.
A entrada custa R$ 10 e a reserva de vaga pode ser feita pelo número (92) 99337-2833.
Às 17h, no Teatro Amazonas, será apresentado o espetáculo infantil “As Aventuras de Masha e o Urso“, com entrada a R$ 40 (R$ 20 a meia). A peça contará as várias aventuras da pequena Masha, de apenas três anos, que adora animais. O espetáculo traz ao palco canções, efeitos de iluminação e cenários coloridos.
Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro ou nos pontos de vendas da Alô Ingressos, localizados nos shoppings Amazonas, Manauara, Sumaúma e Via Norte.  Os ingressos também podem ser comprados pelo site www.aloingressos.com.br, com taxa de conveniência a R$ 5.
Às 18h, o Centro Estadual de Convivência da Família Padre Pedro Vignola (rua Gandú, 119, Cidade Nova) recebe o espetáculo teatral de humor “Imprevistos”, com entrada gratuita. Apresentado pela companhia “Maior Palha”, o show usa improviso teatral para criar esquetes e o público participa diretamente dando frases, profissões, nomes de livros e séries, que servem como inspiração para os atores criarem as cenas.
Às 19h, no Centro Cultural Usina Chaminé (avenida Lourenço Braga, Centro), haverá mais uma apresentação do espetáculo “Estrangeiro”.
O espetáculo se passa em um universo surrealista e foi montado de modo a dar liberdade para que o espectador construa a narrativa junto aos performers. A peça é de autoria da Erva Daninha Coletivo de Pesquisa em Artes da Cena. A entrada custa R$ 10 e classificação da peça é para 14 anos.
No Teatro da Instalação (rua Frei José dos Inocentes, Centro), também às 19h, será a vez do espetáculo de dança “Na Bagagem“, com direção geral de Celice Freitas e direção artística e coreografia de Karla Bianca. De acordo com a sinopse, os movimentos criados para o espetáculo falam sobre a experiência e os sentimentos que o indivíduo carrega ao longo da vida. A entrada é gratuita.

Domingo (27/1)
A programação de domingo começa com mais uma edição da Feira de Trocas de Livros e Gibis, na Biblioteca Pública do Amazonas (rua Barroso, 57, centro), a partir das 9h. Para participar, basta levar livros ou gibis em bom estado de conservação e ganhar um cupom para troca. Não serão aceitos materiais didáticos, técnicos ou escolares. O evento vai até 13h e a entrada é gratuita.
 A partir das 14h, será o realizado um Baile de Carnaval Infantil, no hall do Centro Cultural dos Povos da Amazônia (avenida Silves, 2.222, Distrito Industrial I – antiga Bola da Suframa). A programação, que acontecerá até às 19h, contará com oficina de maquiagem artística carnavalesca, desfile de fantasias, estandes de comidinhas e apresentação das escolas de samba mirim da Vitória Régia e Reino Unido da Liberdade. A entrada é gratuita.
Às 17h, no Teatro Amazonas, o público infantil vai poder conferir o espetáculo “O Mundo Mágico da Bela e a Fera”, uma releitura do clássico da Disney. A peça narra o sacrifício de Bela, que, para salvar a vida do pai, aceita morar no castelo da Fera. Durante a permanência no castelo, Bela descobre que a Fera foi amaldiçoada e que a cura para tudo é o amor.
Os ingressos custam R$ 40 (R$ 20 a meia) e podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro, nos stands da Alo Ingressos (shoppings Amazonas, Manauara, Sumaúma e Via Norte) e pelo site www.aloingressos.com.br.

Fechando a programação no domingo, a Companhia Espatódea Trupe apresenta o espetáculo “Bumba Meu Boi: a festa vai começar”, no Largo de São Sebastião, às 18h. O acesso é gratuito, mas o espectador poderá contribuir livremente ao final do evento.

A peça é encenada através da linguagem da comédia popular, em formato de cordel e projetada para locais não convencionais, como praças, ruas ou espaços abertos.
“Bumba-Meu-Boi” conta a história da origem de um dos maiores eventos culturais do Brasil, o Festival Folclórico de Parintins, originado do bumba-meu-boi nordestino e tendo como narrativa a lenda de Catirina, uma empregada grávida que, ao sentir um desejo de comer língua de boi, convence seu marido a abater o boi favorito da fazenda de seu patrão.

FOTOS: Baile Infantil, Centro Cultural Povos da Amazônia e Teatro Amazonas - Michael Dantas/ SEC. 

 Para mais informações sobre essas e outras ações, projetos e atividades desenvolvidas pela Secretaria de Estado de Cultura, acesse o Portal da Cultura (www.cultura.am.gov.br). Confira também os perfis do órgão no Facebook, Twitter e Instagram - culturadoam.